16 de junho de 2016

Áudio: A Ioga do Cristianismo

As Fontes Orientais da Tradição Cristã


Carlos Cardoso Aveline



O áudio “A Ioga do Cristianismo” está dividido em quatro partes e aborda a relação entre a sabedoria cristã e as filosofias orientais, muito mais antigas. O material reproduz parte de um seminário realizado em Minas Gerais em 2010.  

Estão incluídas neste áudio algumas das perguntas feitas por participantes do seminário.

Áudio: A Ioga do Cristianismo - Parte I

(Duração aproximada: 18 minutos)

Todas as religiões e sabedorias desembocam, ou deveriam desembocar, na ética, isto é, na arte de agir corretamente.  

A ideia universal de agir com respeito por todos os seres  - o que sempre implica desafiar a rotina - não é um patrimônio exclusivo de nenhuma religião,  filosofia ou ciência. A ética da fraternidade universal é inseparável da verdade, e pertence a todos os campos de conhecimento, na medida em que eles forem legítimos.      



Áudio: A Ioga do Cristianismo - Parte II

(Duração aproximada: 20 minutos)

A vasta relação direta entre as tradições ocidentais e as tradições orientais, cuja antiguidade é quase insondável.  

Uma comparação entre o ensinamento de Jesus, no Sermão da Montanha, e de Buddha, no “Dhammapada”.   

O Jesus do Novo Testamento foi não só um sábio, mas também um guerreiro. O guerreiro Arjuna no antigo “Bhagavad Gita” hindu.



Áudio: A Ioga do Cristianismo - Parte III

(Duração aproximada: 14 minutos)

São João da Cruz, um dos maiores místicos cristãos de todos os tempos, pode ser comparado aos grandes iogues indianos. Seu pensamento é semelhante ao do sábio hindu Ramana Maharshi.

Segundo os Aforismos de Patañjali, a meta da Ioga é a paralisação das atividades mentais através da expansão da consciência. Isso é simultaneamente Raja Ioga, Hinduísmo, Cristianismo e Budismo. O tema mostra a ponte que há entre a essência em cada um de nós e a essência em todas as coisas.  A lenda dos três salvadores: Krishna, Buda e Jesus.



Áudio: A Ioga do Cristianismo - Parte IV

(Duração aproximada: 9 minutos)

Os grandes místicos cristãos combinam Jnana Ioga, o caminho da contemplação, e Bhakti Ioga, a ioga da devoção e do amor universal. A combinação destas duas iogas torna menos áspero o caminho da austeridade. 

São João da Cruz sabia que a renúncia e a austeridade são fatores essenciais. Como todo sábio de qualquer religião, ele ensinava que o êxtase espiritual é interno e não externo. E também que a serenidade diante da dor abre as portas da felicidade. 

A lição de João da Cruz inclui o respeito pelos que agem mal. A semelhança entre o êxtase de João da Cruz e o samadhi oriental.


000

Sobre o mistério do despertar individual para a sabedoria do universo, leia a edição luso-brasileira de “Luz no Caminho”, de M. C.


Com tradução, prólogo e notas de Carlos Cardoso Aveline, a obra tem sete capítulos, 85 páginas, e foi publicada em 2014 por “The Aquarian Theosophist”.

000