19 de junho de 2016

Áudio: Mudando de Civilização

Como Ocorre a Transição Para
a Civilização Planetária do Futuro

Carlos Cardoso Aveline




O áudio “Mudando de Civilização”  possui cinco partes, totalizando 90 minutos. Ele aborda a relação entre o declínio ético que caracteriza certos momentos da história humana e as mudanças climáticas, geológicas e os finais de civilização.

O material reproduz parte de um seminário realizado em Minas Gerais em 2010.  Estão incluídas neste áudio algumas das perguntas feitas por participantes do seminário.


Mudando de Civilização - Parte I

(Duração aproximada: 16 minutos)

Uma análise da profecia do “Vishnu Purana” hindu, e da profecia taoista do clássico chinês “Wen-Tzu”.  A relação entre a decadência ética dos seres humanos e as mudanças climáticas e geológicas. Como isso ocorre na época em que estamos vivendo.



Mudando de Civilização - Parte II

(Duração aproximada: 17 minutos)

A relação entre os costumes morais e as condições do ambiente natural. A vida ética, psicológica e física de uma civilização está ligada à qualidade do solo, dos rios, etc.

A “hipótese Gaia” de James Lovelock, e a inteligência geológica do planeta. A fisiologia planetária.   

Indo além de Lovelock, a filosofia esotérica apresenta o planeta terra com vários níveis de consciência. O decisivo é o que acontece nos planos sutis da consciência. O que ocorre nos planos internos predomina sobre o que ocorre no plano externo.

A cobiça antecede a destruição ambiental. E tanto Helena P. Blavatsky quanto o grande ecologista brasileiro Henrique Luiz Roessler avisaram: a destruição das florestas antecede o desaparecimento das civilizações.



Mudando de Civilização - Parte III

(Duração aproximada: 17 minutos)

O que diz a Bíblia. A relação entre céu e terra simboliza a relação entre os níveis superiores de consciência (céu) e os níveis externos de consciência (terra).

O que ocorre no coração humano vai ocorrer, geologicamente, no planeta terra.

Na história de Sodoma e Gomorra, vemos a negociação entre Abraão e o Senhor: Abrão busca reunir uma quota ou quantidade mínima de almas justas que seja suficiente para evitar  carmicamente a destruição física de Sodoma.

O que ocorrerá quando os cidadãos de boa vontade que são pioneiros da próxima civilização chegarem a uma cota mínima? Cabe ver Deuteronômio, Livro de Reis, e outros trechos bíblicos. E também Salmo 46, sobre “Crise Geológica e Utopia”.

A mudança do eixo terrestre, a subida do nível das águas, etc. Depois da  crise e da purificação, vem a utopia (Isaías 11). Tanto a tradição oriental quanto a tradição ocidental falam de mudanças climáticas cíclicas que provocam o final de civilizações. Fred Hoyle: “O Universo é guiado de dentro para fora”.


Mudando de Civilização - Parte IV

(Duração aproximada: 30 minutos)

Respostas a perguntas dos participantes.

A mudança planetária, a desregulação climática, mitos e tradições que abordam as mudanças cíclicas. O Ponto Ômega de Teillard de Chardin.   

São citados alguns filmes de Hollywood que abordam esse tema.  O novo ser humano da era de Aquários. A destruição da civilização materialista como consequência do “estrangulamento” de Antahkarana, a ponte que há em cada consciência entre a alma mortal e a alma imortal.

As várias revoluções ao longo da história. A população humana e a crise planetária.



Mudando de Civilização - Parte V

(Duração aproximada: 10 minutos)

Não é sábio pretender dizer o que vai ocorrer, nem como, nem quando.

O correto é juntar e avaliar hipóteses práticas e razoáveis sobre a transição planetária. Sabemos o suficiente para termos consciência daquilo que cada um de nós pode e deve fazer.

Estamos vivendo o fim de uma civilização; mas  a humanidade  e o planeta não correm o menor perigo. O futuro não é um livro fechado. Ele pode ser  compreendido pela pesquisa; e, dentro dos limites do possível, o futuro pode ser construído criativamente pela ação.    


000

Para conhecer a teosofia original desde o ângulo da vivência direta, leia o livro “Três Caminhos Para a Paz Interior”, de Carlos Cardoso Aveline.


Com 19 capítulos e 191 páginas, a obra foi publicada em 2002 pela Editora Teosófica de Brasília.   

000