25 de janeiro de 2018

Democracia Exige Respeito à Lei

Os Diferentes Setores da Sociedade
Devem Ser Liderados por Pessoas Honestas

Carlos Cardoso Aveline

Sérgio Moro (esq.) e um exemplo de mobilização popular pela ética na
política, com o boneco “Pixuleco” representando o ex-presidente Luiz Inácio



Constituiu um momento histórico para o Brasil a decisão do Tribunal Regional Federal em Porto Alegre, dia 24 de janeiro de 2018, confirmando e ampliando em segunda instância a condenação de Luiz Inácio da Silva por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O país consolidou naquele dia com mais força a sua dignidade como nação democrática. Deu também um passo decisivo na preservação da ética e da liberdade de pensamento, conforme o ideal estabelecido na Constituição de 1988.

Como é sabido em meios teosóficos, a cada final de século ocorre uma expansão humanista na história da nossa civilização. O esforço é feito sob a observação dos Mestres de Sabedoria e ajudado por eles desde os níveis superiores de consciência.

No Brasil, a Constituição de 1988 foi a grande conquista do final do século vinte. A Carta Magna constitui uma referência central na construção de um país em que a consciência teosófica floresça.

Para o fortalecimento da democracia, deve haver um profundo respeito pela Constituição, pelo parlamento e pelos tribunais. Nenhum líder político, mesmo que autoritário ou ambicioso, pode colocar-se acima da lei ou liderar impunemente uma organização criminosa.

O juiz federal Sérgio Moro escreve na parte final da sentença que condenou o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio em primeira instância, em Curitiba:

“Não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você”. [1]

De fato, chantagear tribunais e ameaçar juízes é inadmissível. É também inaceitável que alguém roube dinheiro do povo enquanto abre as portas para vários tipos de crime, estimule a pornografia na mídia e promova mecanismos de manipulação mental coletiva visando o controle da opinião pública.

Os partidos de esquerda cumprem uma função importante em qualquer país democrático, mas precisam ser liderados por pessoas honestas. O mesmo se aplica aos partidos de centro e de direita, e a todos os setores sociais.  

O cultivo da ética nas diversas esferas da vida dos países lusófonos é essencial para que o movimento teosófico cumpra sua função. Por outro lado, um movimento teosófico autêntico constitui uma base oculta decisiva para que haja uma verdadeira democracia.

NOTA:

[1] Sérgio Moro indica na sentença que se trata de tradução livre de uma frase escrita originalmente em inglês.  

000


000

O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 


Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:


000