22 de junho de 2022

Ideias ao Longo do Caminho - 40

A Vida é Como Uma Esfinge Diante de Você

Carlos Cardoso Aveline

 
 
 
* É perda de tempo, desde o ponto de vista teosófico, adotar como alta prioridade a melhora do mundo das consequências, tentando torná-lo fácil e agradável a curto prazo.
 
* Como meta central, é preciso primeiro compreender as causas do sofrimento humano, e depois derrotá-las. Cabe lutar contra elas aumentando a afinidade interna entre a vida diária e a vitória da alma espiritual.
 
* Quando evitamos o processo da autoilusão, vemos que a energia do contentamento não vem do mundo externo. A felicidade verdadeira surge do eu superior.
 
* O que dizer diante de fatos planetários bastante visíveis como devastação ambiental, mudança climática devido ao excesso de CO2, falsidade sistemática na mídia, corrupção na política e na administração pública, e as epidemias da criminalidade, do terrorismo, da violência doméstica, da degeneração moral e da dependência de drogas, além da proliferação nuclear? Estes são todos meros efeitos sociológicos e ecológicos do egoísmo, isto é, da ignorância espiritual.
 
* As almas ingênuas só conseguem aprender enquanto enfrentam graus significativos de sofrimento. E quase todas as almas têm algo de ingenuidade.
 
* Quando as pessoas compreendem bem a relação entre causa e efeito e agem corretamente, a bênção da sabedoria começa a fluir.
 
* A sabedoria chinesa combina taoísmo, budismo e confucianismo, e é uma das mais inspiradoras do planeta. O escritor Lin Yutang (1895-1976) afirmou: “… Estar perto da natureza é conservar a saúde física e moral. O homem do campo não degenera, essa sorte está reservada ao habitante da cidade.” [1]
 
* A vida é como uma esfinge diante de você. Ela levanta vários enigmas, que você precisa decifrar. Caso contrário, ela o devorará, tornando-o irrelevante para o seu próprio eu superior, sua alma espiritual.
 
* Para lidar com o mistério da vida, quatro elementos são úteis. O primeiro é um compromisso de alma com o seu verdadeiro futuro. O segundo, uma afinidade com a vitória espiritual. O terceiro, um desapego em relação a fatores secundários. O quarto, uma vontade de vencer obstáculos, agindo construtivamente.
 
NOTA:
 
[1] “Minha Terra e Meu Povo”, Lin Yutang, Irmãos Pongetti Editores, Rio de Janeiro, 407 páginas, primeira edição em inglês, 1935, segunda edição em inglês, 1939, ver p. 52.
 
000
 
O artigo “Ideias ao Longo do Caminho - 40” foi publicado como item independente em 22 de junho de 2022. Uma versão inicial e anônima dele faz parte da edição de dezembro de 2017 de “O Teosofista”, pp. 16-17.
 
Embora o título “Ideias ao Longo do Caminho” corresponda ao título em língua inglesa “Thoughts Along the Road”, de Carlos C. Aveline, não há uma identidade exata entre os conteúdos das duas coletâneas de pensamentos. Desde 2018 a série “Thoughts Along the Road” está sendo publicada em espanhol sob o título de “Ideas a lo Largo del Camino”. A sua publicação no idioma russo começou em março de 2022, sob o título de ысли в пути.
 
000
 
Leia mais:
 
 
 
000
  
 
Helena Blavatsky (foto) escreveu estas palavras: “Antes de desejar, faça por merecer”. 
 
000