13 de outubro de 2017

Vida Familiar é um Dever?

Um Caminho para Descobrir o
Conhecimento Secreto da Teosofia

Carlos Cardoso Aveline




Um leitor escreve sobre as dificuldades que enfrenta em sua vida familiar. À medida que ele avança no estudo da filosofia clássica e da tradição esotérica, a família parece ser uma pesada obrigação.

Os mesmos obstáculos que desafiam esse estudante são enfrentados por milhares de pessoas ao redor do mundo. Cada teosofista encontra cedo ou tarde desafios dolorosos no âmbito das emoções pessoais. Graças a esta circunstância, ele é levado a purificar o seu próprio eu inferior.

Diante dos deveres parentais e outras formas de carma familiar, não há melhor enfoque do que o ensinado por um Mestre de Sabedoria durante o século 19. Quando um discípulo leigo lamentou-se das obrigações morais que tornavam impossível para ele dedicar mais tempo ao estudo da teosofia, o Mahatma escreveu:

“Parece pouco a você que o ano anterior tenha sido empregado apenas em seus ‘deveres familiares’? Não; que melhor causa para recompensa, que melhor disciplina que o cumprimento do dever a cada hora e a cada dia? Creia-me, meu ‘aluno’, o homem ou a mulher que é colocado pelo Carma no meio de deveres, sacrifícios e amabilidades pequenos e definidos irá, através do fiel cumprimento deles, erguer-se à dimensão maior do Dever, do Sacrifício e da Caridade para com toda a humanidade. Que melhor caminho, para a iluminação buscada por você, que a vitória diária sobre o Eu, a perseverança apesar da ausência de progresso psíquico visível, o suportar da má-sorte com aquela serena resistência que a transforma em vantagem espiritual - já que o bem e o mal não podem ser medidos por acontecimentos do plano inferior ou físico?”

Tendo dito isso, o Mestre prosseguiu:

“Não fique desencorajado porque a sua prática cai abaixo das suas expectativas; no entanto, não se satisfaça apenas admitindo isso, já que você claramente reconhece que sua tendência é com demasiada frequência em direção à indolência mental e moral, inclinando-se mais a avançar à deriva com as correntes da vida que a definir seu próprio rumo direto.”

Raramente o estudante consegue ter uma ideia precisa do seu avanço no caminho da sabedoria, e o Mestre afirma:

“Seu progresso espiritual é muito maior do que você sabe ou pode compreender, e você faz bem em acreditar que este desenvolvimento é em si mesmo mais importante que a compreensão dele pela sua consciência do plano físico. Não entrarei agora em outros assuntos, já que estas são algumas linhas de aprovação e reconhecimento dos seus esforços, e de forte estímulo para que você mantenha um estado de espírito calmo e corajoso diante dos acontecimentos externos no presente, e para que tenha esperança no futuro em todos os planos.” [1]

Estas frases merecem ser examinadas.

Um dos principais adversários do peregrino que trilha o caminho teosófico é o hábito cego de rejeitar emocionalmente as tarefas práticas colocadas diante dele pelo Carma.

O Mestre explica que os pequenos deveres, quando são cumpridos corretamente, preparam o caminho para que haja oportunidades maiores. Os obstáculos são formas de autotreinamento generosamente oferecidas pela Vida. Devemos trabalhar de modo impessoal. Ao expressar o amor altruísta do eu superior na existência diária da sua família, o teosofista purifica a humanidade inteira naquilo que depende dele.

NOTA:

[1] “Cartas dos Mahatmas Para A.P. Sinnett”, Ed. Teosófica, Brasília, Vol. II, Carta 123, pp. 269-270.

000

Uma versão inicial do texto acima foi publicada na edição de março de 2017 de “O Teosofista”, pp. 6-7. Ele está publicado também em inglês, sob o título de “Is Family Life a Duty?”.

000

Em 14 de setembro de 2016, depois de uma análise da situação do movimento esotérico internacional, um grupo de estudantes decidiu criar a Loja Independente de Teosofistas. Duas das prioridades da LIT são tirar lições práticas do passado e construir um futuro saudável

000

O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 


Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:


000