18 de dezembro de 2018

A Noite Santa de Dezembro

Há Momentos Em Que a Pedra
Não Fere e as Brasas Não Queimam

Selma Lagerlöf


Com Adaptação de Malba Tahan




0000000000000000000000000000000000000000000000

Nota Editorial:

Em teosofia, a lenda do humilde nascimento de
Jesus Cristo simboliza o nascimento da sabedoria
universal no coração das pessoas de boa vontade.

O Natal permite à alma transcender o egoísmo.

O conto a seguir, escrito por Selma Lagerlöf e
adaptado por Malba Tahan, parece narrar  fatos
acontecidos pelo menos em parte  no plano astral.

(Carlos Cardoso Aveline)

000000000000000000000000000000000000000000000000



Naquela noite um pobre saiu a implorar auxílio batendo de porta em porta:

- Socorrei-me, boas almas! Em minha casa acaba de nascer uma criança e eu preciso acender o lume para aquecer minha esposa e o pequenino. Dai-me um pouco de brasa, pelo amor de Deus!

Mas era alta noite. Toda a gente estava a dormir, e ninguém lhe respondia. De repente o homem avistou, ao longe, um clarão e, caminhando para lá, encontrou uma fogueira acesa, e em volta dela um rebanho de carneiros brancos dormindo, e um velho pastor a guardá-los, também mergulhado no sono.

Quando o homem que andava em busca de brasas chegou ao pé dos carneiros, a bulha dos seus passos acordou três canzarrões que dormiam aos pés do pastor. As largas bocas dos rafeiros abriram-se para ladrar; mas nenhum som saiu delas. O homem notou que o pelo dos ferozes animais se eriçava e que as suas presas aguçadas luziam ao clarão da fogueira. E todos três se atiraram assanhados contra ele. Um abocanhou-lhe uma perna, outro a destra, e o terceiro segurou-lhe a garganta; mas as mandíbulas dos molossos ficaram inertes, e o homem não foi mordido.

Quis ele então aproximar-se mais do fogo, para de lá tirar algumas brasas. Mas os carneiros eram tantos e estavam deitados tão juntinhos, que não havia como passar por entre eles.

Foi-lhe forçoso pisá-los para avançar; e nenhum deles acordou, nem se mexeu. Quando o homem chegou ao pé da fogueira, o pastor que dormitava em sua enxerga de peles ergueu-se impetuoso e irado. Era criatura ruim e mal-encarada. Ao ver ali o desconhecido, agarrou, lesto, uma enorme pedra e arremessou-a contra ele. O perigoso seixo partiu direto ao homem; quando, porém, ia atingi-lo, desviou-se e foi espatifar-se no chão.

Então o homem, aproximando-se do pastor, falou-lhe assim:

- Compadece-te de mim, amigo, e deixa-me levar algumas brasas. Em minha casa acaba de nascer uma criança e eu preciso acender o lume, para agasalhar minha esposa e o pequenino.

O primeiro impulso do pastor foi o de uma recusa cruel; pensou, porém, nos cães que não tinham ladrado nem mordido, nos cordeiros que não tinham fugido, na pedra que não tinha querido ferir o homem. E sentiu um terror vago, indefinível.

- Leva o que quiseres - respondeu secamente.

Ora, o lume estava agora quase a apagar-se. Nem ramos a arder, nem achas grandes. Só havia um monte de brasas miúdas, e o homem não tinha pá, nem qualquer coisa em que pudesse levá-las. Ao ver isto, o pastor repetiu:

- Podes apanhar as brasas que quiseres!

Mas no íntimo regozijava-se maldoso, certo de que o homem não podia levar um braseiro nas mãos nuas. Mas o outro abaixou-se, afastou as cinzas, tomou de um certo número de carvões incandescentes e pô-los numa aba da esfarrapada túnica. E as brasas não lhe queimaram as mãos, não lhe queimaram a véstia e ficaram a brilhar nelas como rútilos rubis. E o desconhecido partiu.

O pastor, vendo tudo isto, disse de si consigo: - Mas, que noite é esta, em que os cães não mordem, e os carneiros não se espantam, e a pedra não fere, e as brasas não queimam?

Foi ao encalço do homem e interrogou-o:

- Que noite é esta, em que até as próprias coisas se mostram inclinadas ao amor e à piedade?

O homem respondeu:

- É a noite de Natal, meu amigo. Jesus Salvador acaba de nascer...

000

O conto “A Noite Santa de Dezembro” foi publicado em nossos websites associados dia 18 de dezembro de 2018. É reproduzido do livro “Lendas do Céu e da Terra”, de Malba Tahan, 12a. edição, Ed. Conquista, RJ, 222 pp., 1956, pp. 209-211. Título original: “A Noite Santa”. Título inicial em inglês: “The Holy Night”. 

000

Clique para ver em nossos websites associados outro conto da escritora sueca Selma Lagerlöf: “A Mina de Prata”. Leia o artigo “Se Cristo Voltar Neste Natal”.

000

Em 14 de setembro de 2016, um grupo de estudantes decidiu criar a Loja Independente de Teosofistas. Duas das prioridades da LIT são tirar lições práticas do passado e construir um futuro saudável.


O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 


Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:


000