4 de agosto de 2014

Os UFOs e a Teosofia

Seres Extraterrestres Já Podem
Deixar de Lado os Efeitos Especiais

Carlos Cardoso Aveline

Visitantes de outras galáxias devem ampliar seus
horizontes através do estudo da filosofia esotérica


Todos recebem notícias de UFOs hoje em dia.

O assunto fascina estudantes sinceros de esoterismo e alguns importantes teosofistas. Muitos parecem pensar que o debate sobre os UFOs é útil para a humanidade. Alguns inclusive afirmam que “a qualquer momento pode surgir uma oportunidade para tirar uma boa foto”.

Apesar de toda a ansiedade e expectativa que há em torno do assunto, algumas coisas são evidentes por si mesmas.

* A Lei do Carma ainda está operando. Nenhum UFO irá cancelar os atuais desafios cármicos da humanidade do nosso planeta.

* Temos a nossa própria hierarquia de inteligências divinas. Nenhum UFO pode interferir ou mudar nosso Carma.

* Cumprir o nosso dever é algo que depende apenas de nós. Necessitamos preparar-nos para o próximo momento histórico do nosso planeta e para a próxima civilização. Isso é feito estimulando uma visão universalista da vida e uma compreensão da lei da ajuda mútua.

* Esta tarefa vai muito além de tirar fotos turísticas de naves espaciais e outras futilidades semelhantes.

É surpreendente o fato de que os UFOs não conseguem ir mais além de visitas turísticas e aparições visuais em nosso planeta. Os tripulantes dos UFOs parecem não ter nada inteligente a dizer. Cada vez que um “comandante de UFO” fala para os ufólogos, a mensagem consiste de velhas superficialidades pseudoesotéricas.

Pode ser que as tripulações dos UFOs não tenham nada para fazer além de sobrevoarem a Terra no plano físico. Os tripulantes e capitães talvez não tenham deveres a cumprir em suas próprias galáxias, e muito menos aqui, porque nunca vão além de um contato visual precário, de longa distância, intermitente, ou talvez imaginário.

De fato, por que motivo o contato com outras humanidades necessitaria um tamanho exagero de visões externas e físicas, que são, na melhor das hipóteses, fenômenos passageiros e enganosos? Qual é a quantidade de falso charme, vaidade e ilusão que existe em torno destes fatos? Estas são algumas questões que os ufólogos normalmente evitam comentar. Os teosofistas sabem que os sábios imortais agem principalmente no plano das Causas, e não no plano dos Efeitos.

Durante décadas, tem sido sempre a mesma história: visões de belos discos voadores no céu, sem nenhuma reflexão que valha a pena examinar. Mas a verdade é que temos o nosso próprio dever de casa para fazer. Nossa casa é o planeta em que vivemos. Ninguém pode realizar as nossas tarefas em nosso lugar. É a teosofia, e não a ufologia, que diz aos habitantes da Terra em que ponto eles estão no longo processo evolucionário e que passos eles devem dar no século 21.

Talvez devêssemos oferecer alguns livros teosóficos às naves espaciais, de modo que os seus tripulantes possam estudar Helena Blavatsky e outros pensadores clássicos, e deixem de distrair tantos terráqueos das suas verdadeiras e inevitáveis tarefas evolutivas. Nossos websites associados estão à disposição dos tripulantes de naves vindas do Grupo Local de Galáxias.

Será uma satisfação ajudar na formação de uma loja teosófica em alguma das galáxias vizinhas.

Os amigos extraterrestres podem necessitar de um estudo teosófico intenso, para vencer a superficialidade infantil de dedicar-se a produzir efeitos visuais ilusórios, que brilham sempre escassamente entre uma nuvem e outra do céu terrestre.

Se os tripulantes de UFOs têm um real interesse por conhecer este planeta, podem dar um passo corajoso à frente e tentar entender o passado, o presente e o futuro de nossa humanidade. Para isso, terão de usar sua inteligência e estudar a lei do carma, o processo da reencarnação, a lei dos ciclos, o processo das rondas e cadeias. 

Produzir imagens ilusórias como as dos efeitos especiais dos filmes de Steven Spielberg não deverá ser a prioridade no futuro. É muito melhor ler e meditar sobre os textos clássicos teosóficos, inclusive artigos como “Para Alcançar o Autoconhecimento”, de Helena Blavatsky, que aborda o processo da autoilusão. Os comandantes de frotas interestelares encontrarão o artigo em nossos websites associados.

000


O artigo “Os UFOs e a Teosofia” foi publicado inicialmente em língua inglesa sob o título de “U.F.O. Crews And Theosophy”.

000

Em setembro de 2016, depois de cuidadosa análise da situação do movimento esotérico internacional, um grupo de estudantes decidiu formar a Loja Independente de Teosofistas, que tem como uma das suas prioridades a construção de um futuro melhor nas diversas dimensões da vida.

000 

O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 


Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   


000