20 de agosto de 2014

Preceitos e Axiomas do Oriente - 05

 A Sabedoria Eterna
Colocada em Poucas Palavras

Helena P. Blavatsky 

Um Quadro de Nicholas Roerich


000000000000000000000000000000000000000

Em 1890 foi publicada em Londres uma
compilação de preceitos feita por Helena P.
Blavatsky. O livro, intitulado “Gems From the
East”, apresenta um pensamento para cada dia
do ano. Hoje a obra faz parte do volume XII
dos “Collected Writings” (Escritos Reunidos)
de Helena Blavatsky (TPH, Adyar, pp. 425-476).

(Carlos Cardoso Aveline) 

0000000000000000000000000000000000000000000000000



*Ao receber cada bênção, deves pensar no que virá depois dela. Em cada sofrimento, pensa no momento em que ele terminará.

*Quando a justiça não predomina sobre a injustiça nas ações de um indivíduo, ele rapidamente se destrói.

*As esperanças vãs afastam o ser humano de todo bem. Mas a renúncia à cobiça previne o mal.

*A paciência leva ao poder. A luxúria conduz à derrota.

*O dom do conhecimento se mostra na sabedoria. É pelo conhecimento que se obtém as coisas elevadas.

*Assim como a calamidade testa as virtudes dos seres humanos, a ausência por longo tempo testa a amizade entre eles.

*Quem compreende com precisão o giro da roda da vida, e também a sua causa, nunca é iludido.

*Os dias terminam com o pôr-do-sol, e as noites, com o nascer do dia. O fim do prazer é sempre o sofrimento; e o final do sofrimento traz, sempre, o prazer. 

*Toda ação termina sendo destruída. A morte é certa para tudo o que nasce. As coisas deste mundo são passageiras.

*A pobreza testa os sentimentos de benevolência. A raiva provoca a sinceridade.  

*Só a sinceridade purifica a mente do homem. Através da disciplina correta, a mente alcança a inspiração.

*A inteligência de alguém se mostra pela tomada de decisões corretas.

*Aquele que aceita bons conselhos não corre perigo de cair. Aquele que os rejeita se afunda no poço cavado pela sua própria presunção.

*Quem ajuda a humanidade faz com que a humanidade expresse gratidão, em um nascimento futuro.

*O homem invejoso nunca está satisfeito e não pode ter esperança de tornar-se grande.

*Quanto mais um indivíduo demonstra modéstia, mais ele é capaz de esconder os seus erros.

*A atitude correta é não contar vantagem de suas virtudes.

*Quando alguém é amável, evita mostrar sua força diante de uma pessoa mais fraca.

*A inteligência não se mostra por palavras hábeis, mas por ações sábias.

*A coragem que todos necessitam é a que faz alguém permanecer imperturbável diante dos adversários.

*O dom mais precioso que alguém pode ter é o desejo de obter sabedoria.

*O ser humano não fica sem amigos enquanto tem saúde e riqueza material. No entanto, os verdadeiros amigos são aqueles que ajudam nos momentos difíceis.

*De todos os animais que habitam a terra, só o ser humano tem a capacidade de criar problemas morais.

*Um grande homem é aquele que não se abala por causa de elogios, vaidade ou injustiça, nem pelo apego à pompa e ao poder.

*Sábio é alguém que tanto pode atender quanto ignorar as “necessidades da vida” que fazem os outros perderem a moderação.

*Manter-se forte e moderado nas diferentes situações é a marca de uma grande alma, e a prova de uma real virtude.

*Toda ação deve ser feita com responsabilidade, equilíbrio, liberdade, e justiça. Faze cada ação como se fosse a tua última.

*Raramente alguém será infeliz por não conhecer os pensamentos de outra pessoa. Mas aquele que não observa os seus próprios pensamentos vive, sem dúvida, na infelicidade.

*Não deixes que acontecimentos casuais te perturbem, nem que objetos externos dominem os teus pensamentos. Mantém a tua mente quieta e desapegada, para que estejas sempre pronto a aprender algo de bom. 

*Deves assumir a direção de todas as tuas ações, palavras, e pensamentos, pois a qualquer momento é possível que tenhas de deixar de viver.

*Não dependas de apoios externos, nem implores a outrem pela tua tranquilidade. Nunca jogues fora as tuas pernas para agarrar-te de muletas.

*Se examinares alguém que é autodisciplinado e purificado pela filosofia, verás que nele tudo é saudável, verdadeiro e correto.

*A vida se movimenta numa faixa estreita. Sim, os seres humanos vivem num canto muito pequeno do universo. 

*Os pobres mortais duram pouco tempo, e pouco sabem até sobre si mesmos. Eles sabem menos ainda sobre aqueles que viveram longo tempo antes da sua época.

*A morte e o nascimento são dois mistérios da natureza, e são semelhantes entre si. A morte apenas dissolve os elementos que o nascimento havia reunido.

*Deixa de pensar que estás sofrendo, e a tua lamentação cessará. Deixa de te lamentar, e o sofrimento irá desaparecer.

*Neste momento o teu ser parece nítido e definido; mas antes que passe muito tempo tu te desvanecerás no todo; e retornarás à razão universal da qual surgiste um dia.

*Não ajas como se tivesses dez mil anos para desperdiçar. A morte está a um passo. Deves ser útil para alguma coisa enquanto viveres, e isso é algo que está ao teu alcance.

*Se dependeres excessivamente da opinião favorável dos outros, não serás digno da tua própria natureza essencial.

*Tudo o que é bom tem a característica da bondade em si mesmo, e se mantém por sua própria natureza. Os elogios não fazem parte do seu ser.

000 

Os preceitos acima foram selecionados dos capítulos referentes a novembro e dezembro, na obra “Gems From the East”, de H. P. Blavatsky.

000

O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 


Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:


000